Realização: Igreja Batista Constantinópolis
Superando o legalismo

Superando o legalismo

Jimmy foi criado em uma igreja legalista. Ele professou a fé quando criança e foi ensinado na gloriosa verdade do evangelho que Jesus Cristo morreu pelos pecadores. Mas depois dessa profissão inicial de fé, toda a sua experiência cristã estava focada na manutenção de regras. Cristãos, ele foi instruido, mantém as regras – e não simplesmente os mandamentos bíblicos diretos, mas também uma série de “princípios” na área de namoro e amizades, uso de álcool, cultura popular, e assim por diante. A maior preocupação era manter Jimmy e os jovens cristãos como ele “sem manchas do mundo”; o resultado foi que o evangelho que ele conheceu foi mutilado por um conjunto de padrões de comportamento.

Quando Jimmy chegou à faculdade, ele estava cansado de manter as regras. As regras não apenas eram exaustivas, mas o deixavam fora de sintonia com seus colegas de quarto e amigos, que não pareciam limitados por regras, e eles pareciam estar se divertindo e felizes. Não seria melhor, menos cansativo, mais gratificante, desistir das regras e simplesmente aproveitar a vida? E assim, Jimmy desistiu de manter as regras e, ao fazê-lo, ele também se afastou da igreja. Afinal, se o cristianismo é sobre manter regras e ele não estava mais mantendo as regras, então ele não era cristão. E o cristianismo não funcionava para ele.

Infelizmente, a história de Jimmy não é incomum. De fato, para muitos jovens criados na igreja, esse é exatamente o caminho que eles seguem. É verdade que, depois de abandonar seu moralismo legalista e “aproveitar a sua juventude”, alguns deles chegam a perceber que o entendimento deles sobre o evangelho era anêmico e até falso. No entanto, a maioria deles nunca retorna à igreja e, portanto, eles nunca realmente dão ouvidos ao cristianismo bíblico.

Como respondemos a isso? Existe alguma esperança para aqueles que foram criados nos círculos legalistas da igreja, para aqueles que talvez estejam se sentindo agredidos e feridos, em conflito e confusos sobre o verdadeiro significado do evangelho?

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho